mcbiel

Eu não mereço homem rodado

 

Não posso mentir numa coluna, é contra os meus princípios. Então, eu confesso, já ouvi falar do MC Biel. Só não lembro como isso veio parar na minha timeline.
O moleque disse ter beijado trezentas meninas em uma semana. Matematicamente, é possível: uma média de 1,78 beijo por hora, mas deve ter sido, no mínimo, cansativo. E agora, pensando friamente, talvez nojento.
Eu não estou neste mundo para julgar ninguém, mas, convenhamos, que tipo de homem beija 300 mulheres em uma semana? Um homem rodado, um homem sem valor, indigno, é claro, de um casamento.
Não estou dizendo que a vida sexual dos homens é capaz de lhes atribuir valor, pelo amor de deus, eu não sou preconceituosa. Mas a verdade precisa ser dita, e a verdade é que se você beija trezentas mulheres numa semana, você jamais encontrará alguém que ~te assuma~.
O que mais me revolta é que esses homens saem pegando todo mundo, fazendo orgias, e depois ainda se acham no direito de reclamarem na internet porque estão solteiros.

“Mulher é tudo igual, só querem o meu corpo!!!”

Eles não se dão valor e depois reclamam quando são objetificados.
Eu não mereço homem rodado. Imagina o que meus pais dirão? E a sociedade indignada? Um homem promíscuo não é um homem de família. É um homem “pra comer”, como o meu pai me ensinou desde quando eu ainda brincava de amarelinha na calçada.
Eu quero um homem sem passado, porque de passado tenebroso, meu amor, basta o meu.
Como se não bastasse, ainda posta fotos sem camisa. Um exibido despudorado. Provoca o instinto feminino milenar e depois reclama de assédio. Se está mostrando, é porque quer ser assediado, é claro. Ou ainda não aprendeu que um homem não precisa usar o peitoral para chamar a atenção.
Beija 300, posta foto semi-nu, ostenta a promiscuidade… Depois é estuprado e não sabe o porquê.