fogo

Fogo

 

Está por todos os lados
Limites estão como chamas
Isto parece não ter fim
Inflamadas, todas espadas
Armas incendiadas, estas camadas
Não são desperdiçadas

Estamos queimando por essa noite
Olhe a nossa volta
Este fogo é o mais forte
Para todo lugar
Para cada olhar
Nunca apague, deixe corroer

Acordei gritando seu nome
Nenhum pecador, julgado nessa madrugada
Ascendendo a faísca
O que havia entre nós
Não vamos parar de flamejar
Não extinguir, apenas por hoje
Como o sol apenas brilhar

 

Poesia do livro autoral: Sentimentos e Elementos (2014)